Coragem

Flores! Apenas isso pra substituir a explicação toda que não ia dar. Pra deixar claro o sentimento, a alegria que sempre sentiu e que agora não sentia mais. Nem terapia, nem rezas, nem convenções - nada.

Rosas vermelhas!

E se ele não entendesse?

Mas não vacilou. Impossível continuar assim, dividida, dividindo. Sem repensar colocou uma flor sobre o travesseiro, algumas roupas na mala e saiu. Antes de chegar à porta falou alto, como se escrevesse um bilhete no ar. Você é minha grande paixão, mas hoje vou me despedir. Não olhou para trás. Fechou a porta deixou a chave embaixo do tapete e se foi pra nunca mais.

maria izabel

 



voltar