Serra do mar

Mar de acácias amarelas, manacás e quaresmeiras lilás, em flor.

Pra completar jasmim do brejo, perfumando e trazendo pra dentro do carro a brisa quente e perfumada.

Deve ser paixão!

Desta vez e irremediavelmente o criador se apaixonou, não sei se pela serra, se pelo mar, se pelos nossos olhares, mas ele se perdeu...de amores.

Alguns pés se debruçam sobre a estrada, querem ver o mar, enroscam-se em nossas janelas, querem se deixar levar....como eu.

Outros se aproveitam de pequenos espaços na pedra, na montanha, querem apenas se mostrar.

As cores se sucedem, se repetem, me embriagam, falam por mim.

Não há um palmo de terra que não esteja lambuzado das cores do que acredito uma grande paixão.

Carnaval na serra, aquela que leva ao mar.

maria izabel

 



voltar