Cerração

 

Sua voz ao longe era pequena luz me guiando. Fixada nela me mantive, atenta, inquieta, enquanto durou meu medo e indefinição. Por fim te segui. Ousadia ou paixão? Não sei. Mas a voz precisava de rosto, de forma, de gosto. Fui ao teu encontro. Você me esperava. Ansioso. Os beijos apaixonados, a vontade crescente, são imagens recorrentes que funcionam como pontos de luz, na cerração de hoje.

maria izabel

 

voltar