Amanheceu



Silêncio! O menino nasceu...

Não há paz.

Nas manjedouras da vida,

muitas mães estiveram de plantão.

Esperando chegada, partida.

Algum carinho, um gesto de dar/receber perdão.

Silêncio! Ele nasceu!

Dentro de alguém.

Na alegria dos reencontros

Na decisão de se ir.

No propósito de mudar.

Silêncio! Ele está no mundo.

Nasceu nesta noite, em muitas casas.

Nos hospitais do mundo.

Ele ai esta.

Criança de qualquer nome.

Quem pode dizer?
 

maria izabel

 

voltar