Dualidade

Em ti, terna dualidade...
O destino e a transcendência
A turbulência e a quietude
A demência e a sanidade
Traçam tragédias, tecem sentimentos
Tonalizam desculpas

Em ti, Deus e o Diabo
O Diabo e Deus
Donos do tempo
Desfrutam a desordem
Tecem domínios, desterram devaneios
Dormem, deliram e discursam...
Na tua terna dualidade diária.....

maria izabel

 

voltar