Espaços

Espaços de puro prazer
abro a porta, a brisa bate
respiro, penso, o tempo para.

Espaços de pura paixão
saborosa espera por batidas na porta
com presságios de bromélias, beijos e abraços

Espaços de simples pensar

Paro, aproveito, me abro
Saboreio.
 

maria izabel

 

voltar